sábado, julho 17

Tvs a cabo, antenas e afins...


Sempre reclamo da "infernal" tv aberta, e não dá pra não assistir, por maior que seja o esforço é humanamente impraticável... e no ciclo dos vícios, aqueles que juramos não cair de novo, então... jurei nunca mais a NET, SKY, DirectTV, td vai na msm... como sempre voltamos, como aquele balcão de bar e pedir o último gole, arriscamos, de novo - novo msm nada! - no velho.
Agora é a vez da ViaEmbratel. Sem reclamação, o preço é imbatível, tenho todos canais de filmes, tds infantis, documentários, canais internacionais, enfim, é bacana. mas... rsrs. É uma sacanagem ver a falta de filmes, coisas boas e a falta de repetição infinita. Já fazem uns dois meses que os filmes não param de rodar sem a menor falta de vegonha na cara, em alguns casos - aliás em muitos - sabemos até a fala dos personagens! Antes os canais d e documentários sempre traziam assuntos e pesquisas atuais, coisas interessantes sobre tudo, a discovery se rendeu aos realities shows americanóides e foi tudo por água abaixo, o History entrou numa grade de repetições sem fim - nostradamus já tá roco!, o fim do mundo já acabou com todo o mundo - mas no meio disso ainda encontrei salvações. Canais com uma programação adulta - não porno! - aliás quem falou que "adulto" é sinônimo de "pornô"? - enfim, voltando ao assunto, o Eurochannel, Films&Arts, TCM, TV5, ISit. O EuroChanel e Film&Arts trazem inúmeras séries e uma grade fantástica de curtas e longas do cinema europeu. Seriados como Mistérios do Inspetor Linley, Misteriosos Assassinatos de Agatha Christie, Inspetor Maigrè, curtas Polacco, e por aí vai. Se você tem a oportunidade de assistir, vá em frente. Caso contrário, sente-se a frente de sua televisão e lamente os "faustões" da vida!

EdynhoSaez

sexta-feira, julho 9

o Golpista Do Ano

Fomos ontem ao cinema - nossa sessão das 5as. feiras - surpresa: era para assistirmos uma comédia, de repente...
Steven Russell (Jim Carrey) é um cidadão exemplar: casado, pai de uma linda filha, religioso fervoroso, é aparentemente feliz ao lado de sua mulher (Leslie Mann). Quando sobrevive a um grave acidente de carro, sua vida muda para sempre. Steven assume que é gay (na verdade apenas sai do armário!), e resolve viver a vida com direito a tudo de melhor, nem que para isso tenha que cometer alguns golpes. Com Rodrigo Santoro (300) e Ewan McGregor (Anjos e Demônios), O Golpista do Ano é uma fantástica comédia inacreditavelmente baseada em fatos reais. então... o filme é na verdade MUITO mais do que as sinopses dizem!
Steven é um homem infeliz, seu casamento é uma fraude ( o sexo com a esposa é triste, já com seus amantes é quente!, sua profissão é apenas um meio para descobrir suas raízes e os "porques"??? "mãe, porque você não me quis?" - "sou o 2o filho, porque você escolheu o 1o e o 3o. e me entregou para adoção?" Segue a história após o acidente... assume sua homossexualidade e aí começa outra carga dramática. Justifica seus golpes dizendo que é confortar quem ele ama, e ainda diz: "ser gay custa caro!". O filme vai muito bem, mas longe de ser uma comédia! É sério, é denso! Mas a coisa mais fantástica mesmo é saber que é uma história verídica, que é real! Boas cenas e bons diálogos garantem a ida ao cinema. Jim Carrey é muito bom e sabe o que faz, Ewan McGregor está muito bem, e Rodrigo Santoro surpreende mesmo, todos desenvolvem seus papéis emocionalmente focados. Gostei!


Titulo Original: I Love You Phillip Morris (2009)
Diretores: Glenn Ficarra e John Requa
Roteiristas: Glenn Ficarra e John Requa
Elenco: Jim Carrey, Ewan McGregor, Rodrigo Santoro e Leslie Mann
Duração: 102 minutos
post EdynhoSaez

O Golpista do Ano (2010) Trailer Oficial Legendado.

segunda-feira, julho 5

Castelo Enlevado

Le Fantôme du Hollandais Volant, George Grie

Um castelo que se ergue distinto
no alto de uma falésia à beira-mar,
levantado a tijolos, escórias e pedras,
aparentemente velho no seu ar.

Muitas são as paredes, portas e janelas
ocultas pelo denso musgo esverdeado
e pela complexa teia de grandes heras
que as cobrem e juncam o escudo enlevado.

Grande muralha o circunda a par do mar,
intencional tamanha barreira invencível
que só se de bom desejo for a descoberta
franqueia-se a passagem que atravessa.

Não esconde nenhuns tesouros antigos ou relíquias,
está só absorto, adormecido, ao abandono dos tempos
e as grandes vitórias que lembra do distante passado
são apenas derrotas sofridas e sangradas pelos ventos.

Os nobres que na imaginação ainda lá habitam
não se alimentam de carnes e vivem da escrita,
não fazem guerras, não usam armas, só cogitam,
escondendo-se da luz estelar como um eremita.

Escutam o mar que abaixo embate furioso
nas rochas que compõem o marítimo penedo,
mas por mais bravas que se refreguem as investidas,
as altas ondas erguidas vencem lentas no seu medo.

Esperam os grandes homens que a muralha desvaneça,
não que cobicem o que o castelo recôndito nada tem...
apenas porque incautos estranham a sua triste sentença
de mirar fixamente o horizonte, as terras d'Aquém e d'Além.